Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

E, Dilma foi eleita Presidente do Brasil

Como moldura o Pão de Açúcar, como historia entre rodadas de chope bem gelado o Fiorentina há 50 anos ponto de encontro de intelectuais e artistas guarda em suas paredes a estória do teatro brasileiro, a melodia dos maiores gênios de nossa musica como Ari Barroso – o da Aquarela - viu o Brasil explodir em alegria, antecipar um carnaval diferente – o dia D. Nas ruas, bares, avenidas, dentro das casas o 31 de outubro de 2010 ficará marcado como o dia em que o povo brasileiro num gesto de patriotismo elegeu a 1ª. Mulher como Presidente do País – Dilma Rousseff. Mineira, descendente de búlgaros, guerreira desde a juventude, competente nos cargos que ocupou, mãe, avó é hoje a senhora que comandara o destino que escolhemos. O da continuidade de um Presidente que saído de um Pau de Arara mudou os rumos da história. Foram meses difíceis. As águas de março não anunciaram o fim do verão, e sim o inicio de uma luta de bravos guerreiros, militantes de sonhos, que tinham como missão maior conqui

E, Dilma foi eleita Presidente do Brasil

Como moldura o Pão de Açúcar, como historia entre rodadas de chope bem gelado o Fiorentina há 50 anos ponto de encontro de intelectuais e artistas guarda em suas paredes a estória do teatro brasileiro, a melodia dos maiores gênios de nossa musica como Ari Barroso – o da Aquarela - viu o Brasil explodir em alegria, antecipar um carnaval diferente – o dia D. Nas ruas, bares, avenidas, dentro das casas o 31 de outubro de 2010 ficará marcado como o dia em que o povo brasileiro num gesto de patriotismo elegeu a 1ª. Mulher como Presidente do País – Dilma Rousseff. Mineira, descendente de búlgaros, guerreira desde a juventude, competente nos cargos que ocupou, mãe, avó é hoje a senhora que comandara o destino que escolhemos. O da continuidade de um Presidente que saído de um Pau de Arara mudou os rumos da história. Foram meses difíceis. As águas de março não anunciaram o fim do verão, e sim o inicio de uma luta de bravos guerreiros, militantes de sonhos, que tinham como missão maior co

“.. Quando nada mais precisar ser desmascarado “

Sábado chovia forte, uma chuva de verão num clima de inverno sulino. O ideal seria uma cama aconchegante, um bom livro, Beethoven como fundo musical . Mas, a opção postergada pela campanha ir ao CCBB ver a “Opera dos Vivos” era imperdível. Viajar na historia recente – o meu tempo – conviver com eles em cena, emocionar-me diante do infortúnio da desesperança, despencar abruptamente na esperança, é inesquecível. Das ligas camponesas – do meu querido companheiro de luta em n etapas da minha vida Francisco Juliao, em cena a critica da realidade ao invés de uma imitação passiva, diante dos meus olhos o golpe militar que escureceu o Cruzeiro do Sul durante décadas, assassinando, torturando jovens vidas comprometidas com a liberdade, a sociedade vazia sem sentido, movida pela crença ainda bem atual de que o capital emancipa o homem. Passar por Miranda – a cantora protesto que regressa do coma quando o comportamento alienígena invadia os palcos, que ela entrou profundo lá dentro

“.. Quando nada mais precisar ser desmascarado “

Sábado chovia forte, uma chuva de verão num clima de inverno sulino. O ideal seria uma cama aconchegante, um bom livro, Beethoven como fundo musical . Mas, a opção postergada pela campanha ir ao CCBB ver a “Opera dos Vivos” era imperdível. Viajar na historia recente – o meu tempo – conviver com eles em cena, emocionar-me diante do infortúnio da desesperança, despencar abruptamente na esperança, é inesquecível. Das ligas camponesas – do meu querido companheiro de luta em n etapas da minha vida Francisco Juliao, em cena a critica da realidade ao invés de uma imitação passiva, diante dos meus olhos o golpe militar que escureceu o Cruzeiro do Sul durante décadas, assassinando, torturando jovens vidas comprometidas com a liberdade, a sociedade vazia sem sentido, movida pela crença ainda bem atual de que o capital emancipa o homem. Passar por Miranda – a cantora protesto que regressa do coma quando o comportamento alienígena invadia os palcos, que ela entrou profundo lá dent

500 anos esta noite - de Pedro Tierra para Dilma

500 anos esta noite De onde vem essa mulher que bate à nossa porta 500 anos depois? Reconheço esse rosto estampado em pano e bandeiras e lhes digo: vem da madrugada que acendemos no coração da noite. De onde vem essa mulher que bate às portas do país dos patriarcas em nome dos que estavam famintos e agora têm pão e trabalho? Reconheço esse rosto e lhes digo: vem dos rios subterrâneos da esperança, que fecundaram o trigo e fermentaram o pão. De onde vem essa mulher que apedrejam, mas não se detém, protegida pelas mãos aflitas dos pobres que invadiram os espaços de mando? Reconheço esse rosto e lhes digo: vem do lado esquerdo do peito. Por minha boca de clamores e silêncios ecoe a voz da geração insubmissa para contar sob sol da praça aos que nasceram e aos que nascerão de onde vem essa mulher. Que rosto tem, que sonhos traz? Não me falte agora a palavra que retive ou que iludiu a fúria dos carrascos durante o tempo sombrio que nos coube combater. Filha do espanto e da indignação, filha

500 anos esta noite - de Pedro Tierra para Dilma

500 anos esta noite De onde vem essa mulher que bate à nossa porta 500 anos depois? Reconheço esse rosto estampado em pano e bandeiras e lhes digo: vem da madrugada que acendemos no coração da noite. De onde vem essa mulher que bate às portas do país dos patriarcas em nome dos que estavam famintos e agora têm pão e trabalho? Reconheço esse rosto e lhes digo: vem dos rios subterrâneos da esperança, que fecundaram o trigo e fermentaram o pão. De onde vem essa mulher que apedrejam, mas não se detém, protegida pelas mãos aflitas dos pobres que invadiram os espaços de mando? Reconheço esse rosto e lhes digo: vem do lado esquerdo do peito. Por minha boca de clamores e silêncios ecoe a voz da geração insubmissa para contar sob sol da praça aos que nasceram e aos que nascerão de onde vem essa mulher. Que rosto tem, que sonhos traz? Não me falte agora a palavra que retive ou que iludiu a fúria dos carrascos durante o tempo sombrio que nos coube combater. Filha do espanto e

Discurso da 1a. Presidente do Brasil

Minhas amigas e meus amigos de todo o Brasil, É imensa a minha alegria de estar aqui. Recebi hoje de milhões de brasileiras e brasileiros a missão mais importante de minha vida. Este fato, para além de minha pessoa, é uma demonstração do avanço democrático do nosso país: pela primeira vez uma mulher presidirá o Brasil. Já registro portanto aqui meu primeiro compromisso após a eleição: honrar as mulheres brasileiras, para que este fato, até hoje inédito, se transforme num evento natural. E que ele possa se repetir e se ampliar nas empresas, nas instituições civis, nas entidades representativas de toda nossa sociedade. A igualdade de oportunidades para homens e mulheres é um principio essencial da democracia. Gostaria muito que os pais e mães de meninas olhassem hoje nos olhos delas, e lhes dissessem: SIM, a mulher pode! Minha alegria é ainda maior pelo fato de que a presença de uma mulher na presidência da República se dá pelo caminho sagrado do voto, da decisão democrática do eleitor,

Discurso da 1a. Presidente do Brasil

Minhas amigas e meus amigos de todo o Brasil, É imensa a minha alegria de estar aqui. Recebi hoje de milhões de brasileiras e brasileiros a missão mais importante de minha vida. Este fato, para além de minha pessoa, é uma demonstração do avanço democrático do nosso país: pela primeira vez uma mulher presidirá o Brasil. Já registro portanto aqui meu primeiro compromisso após a eleição: honrar as mulheres brasileiras, para que este fato, até hoje inédito, se transforme num evento natural. E que ele possa se repetir e se ampliar nas empresas, nas instituições civis, nas entidades representativas de toda nossa sociedade. A igualdade de oportunidades para homens e mulheres é um principio essencial da democracia. Gostaria muito que os pais e mães de meninas olhassem hoje nos olhos delas, e lhes dissessem: SIM, a mulher pode! Minha alegria é ainda maior pelo fato de que a presença de uma mulher na presidência da República se dá pelo caminho sagrado do voto, da decisão democrática do el