Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

BEM NO FUNDO PAULO LEMINSKI

Bem no fundo No fundo, no fundo, bem lá no fundo, a gente gostaria de ver nossos problemas resolvidos por decreto a partir desta data, aquela mágoa sem remédio é considerada nula e sobre ela — silêncio perpétuo extinto por lei todo o remorso, maldito seja quem olhar pra trás, lá pra trás não há nada, e nada mais mas problemas não se resolvem, problemas têm família grande, e aos domingos saem todos a passear o problema, sua senhora e outros pequenos probleminhas.

BEM NO FUNDO PAULO LEMINSKI

Bem no fundo No fundo, no fundo, bem lá no fundo, a gente gostaria de ver nossos problemas resolvidos por decreto a partir desta data, aquela mágoa sem remédio é considerada nula e sobre ela — silêncio perpétuo extinto por lei todo o remorso, maldito seja quem olhar pra trás, lá pra trás não há nada, e nada mais mas problemas não se resolvem, problemas têm família grande, e aos domingos saem todos a passear o problema, sua senhora e outros pequenos probleminhas.

E SE FOSSE DIFERENTE?

E, SE FOSSE DIFERENTE?

PODEMOS MUDAR! É SO QUERER.  VAMOS? QUEM SE ATREVE A CALÇAR NOSSA PÁTRIA DESCALÇA?

MÃES, CADA QUAL TEM UMA ESTÓRIA PARA CONTAR

Anos 60 do século XX. Década de muitas surpresas . Lindas algumas, outras de  brutal violência. Despertei enjoada, uma pequena cólica estranha. Levanto devagarzinho. Algo me molesta, semi dormida não entendia quê. Vou ao banheiro, estou sangrando. Em instantes,  rumo  a maternidade. Primeiro vez  suele ser assim. - Nada. Rebate falso alega o doutor. Dilatação zero.Volte quando as contrações aumentarem. A cada meia hora está de bom tamanho.  - Que loucura é essa? Quando as dores chegarem de meia em meia hora volto? Ouvi bem? Mas por onde vai nascer este bebe? Ë grande demais. De passo só tenho está barriga. Por onde anda este médico num dia ensolarado e lindo. Seguro faremos cesariana, observou na última consulta. Pela dimensão e peso, inviável parto normal. -Está no sitio, volta no domingo à noite, e hoje é sábado. Bem que o Vinicius  de Moraes tinha razão. - Não temos como comunicar. -Não posso acreditar. -Pois assim é. Hoje, casa meu irmão. Esta criança não vai nascer agora.

MÃES, CADA QUAL TEM UMA ESTÓRIA PARA CONTAR

Anos 60 do século XX. Década de muitas surpresas . Lindas algumas, outras de  brutal violência. Despertei enjoada, uma pequena cólica estranha. Levanto devagarzinho. Algo me molesta, semi dormida não entendia quê. Vou ao banheiro, estou sangrando. Em instantes,  rumo  a maternidade. Primeiro vez  suele ser assim. - Nada. Rebate falso alega o doutor. Dilatação zero.Volte quando as contrações aumentarem. A cada meia hora está de bom tamanho.  - Que loucura é essa? Quando as dores chegarem de meia em meia hora volto? Ouvi bem? Mas por onde vai nascer este bebe? Ë grande demais. De passo só tenho está barriga. Por onde anda este médico num dia ensolarado e lindo. Seguro faremos cesariana, observou na última consulta. Pela dimensão e peso, inviável parto normal. -Está no sitio, volta no domingo à noite, e hoje é sábado. Bem que o Vinicius  de Moraes tinha razão. - Não temos como comunicar. -Não posso acreditar. -Pois assim é. Hoje, casa meu irmão. Esta cria