Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

A proposta dos familiares de mortos e desaparecidos políticos

Comissão da Verdade A proposta elaborada pelos familiares dos mortos e desaparecidos pela ditadura civil-militar e os elementos considerados fundamentais pela Comissão de Familiares para garantir tal instituição, são apresentados neste texto. clique aqui para ler Segundo a Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos, a criação de uma Comissão de Verdade pode ter méritos ou pode apresentar riscos para a busca do esclarecimento histórico, pode contribuir ou não para a realização da justiça e o aprofundamento da democracia. O debate sobre a proposta de criação de uma Comissão de Verdade deve se centrar em suas funções, poderes, competências e garantias mecanismos que permitam assegurar melhor efetividade. Para satisfazer o direito a verdade que corresponde às vitimas e a toda à sociedade brasileira, uma Comissão de Verdade deve ser efetiva, autônoma, independente e justa. http://idejust.files.wordpress.com/2011/05/familiares-comissao-da-verdade.pdf

A proposta dos familiares de mortos e desaparecidos políticos

Comissão da Verdade A proposta elaborada pelos familiares dos mortos e desaparecidos pela ditadura civil-militar e os elementos considerados fundamentais pela Comissão de Familiares para garantir tal instituição, são apresentados neste texto. clique aqui para ler Segundo a Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos, a criação de uma Comissão de Verdade pode ter méritos ou pode apresentar riscos para a busca do esclarecimento histórico, pode contribuir ou não para a realização da justiça e o aprofundamento da democracia. O debate sobre a proposta de criação de uma Comissão de Verdade deve se centrar em suas funções, poderes, competências e garantias mecanismos que permitam assegurar melhor efetividade. Para satisfazer o direito a verdade que corresponde às vitimas e a toda à sociedade brasileira, uma Comissão de Verdade deve ser efetiva, autônoma, independente e justa. http://idejust.files.wordpress.com/2011/05/familiares-comissao-da-verdade.pdf

Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência - CUMPRA-SE!

Para:V. Ex.a Presidenta da República Federativa do Brasil Dilma Rousseff, Ministro da Educação, Ministra dos Direitos Humanos, Senadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais e Vereadores brasileiros. Em defesa do Direito Indisponível à Educação para Todos e Todas e da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, que tem por base a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência da ONU - CDPD: No ano de 2006, quatro anos depois do início dos debates e das negociações que resultaram na Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, um sopro de ar fresco e esperança tomou conta do nosso país. Os 33 artigos de conteúdo e os 17 do protocolo facultativo da Convenção foram ratificados com quorum previsto no art. 5°, § 3° da Constituição Federal. A aprovação com o quorum qualificado de três quintos dos votos dos membros da Câmara e Senado Federal, em dois turnos, garantiu ao tratado o status de normal constitucional, e esse fato ocorreu em

Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência - CUMPRA-SE!

Para:V. Ex.a Presidenta da República Federativa do Brasil Dilma Rousseff, Ministro da Educação, Ministra dos Direitos Humanos, Senadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais e Vereadores brasileiros. Em defesa do Direito Indisponível à Educação para Todos e Todas e da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, que tem por base a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência da ONU - CDPD: No ano de 2006, quatro anos depois do início dos debates e das negociações que resultaram na Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, um sopro de ar fresco e esperança tomou conta do nosso país. Os 33 artigos de conteúdo e os 17 do protocolo facultativo da Convenção foram ratificados com quorum previsto no art. 5°, § 3° da Constituição Federal. A aprovação com o quorum qualificado de três quintos dos votos dos membros da Câmara e Senado Federal, em dois turnos, garantiu ao tratado o status de normal constitucional, e esse fato ocorreu

II Caminhada pela Adoção -Hoje, às 10:00 horas Copacabana

Queridos Amigos; II Caminhada pela Adoção, a ser realizada no dia 29 de maio, na Praia de Copacabana, às 10 horas, com concentração no Posto 6. A camihada é de iniciativa do Presidente da Frente Parlamentar Pró Adoção, Deputado Sabino. A Comissão Organizadora pede que usemos as camisetas com nosso logo e que, se possível, levemos uma faixa marcando a presença de Cada Grupo de Apoio à Adoção. Estamos comomerando o dia nacional da Adoção – 25 de maio -, em meio a notícias tristes: abandono de crianças em lixões, em banheiros de hospital, em terrenos baldios. Morte de criança por asfixiamento em carro. Enquanto tudo isso acontece milhares de crianças são “filhas do estado” e pemanecem institucionalizadas por falta de quem as adote. Precisamos quebrar o preconceito com relação à criança dos sonhos. Acriança do sonho deve ser substituída pela criança real.

II Caminhada pela Adoção -Hoje, às 10:00 horas Copacabana

Queridos Amigos; II Caminhada pela Adoção, a ser realizada no dia 29 de maio, na Praia de Copacabana, às 10 horas, com concentração no Posto 6. A camihada é de iniciativa do Presidente da Frente Parlamentar Pró Adoção, Deputado Sabino. A Comissão Organizadora pede que usemos as camisetas com nosso logo e que, se possível, levemos uma faixa marcando a presença de Cada Grupo de Apoio à Adoção. Estamos comomerando o dia nacional da Adoção – 25 de maio -, em meio a notícias tristes: abandono de crianças em lixões, em banheiros de hospital, em terrenos baldios. Morte de criança por asfixiamento em carro. Enquanto tudo isso acontece milhares de crianças são “filhas do estado” e pemanecem institucionalizadas por falta de quem as adote. Precisamos quebrar o preconceito com relação à criança dos sonhos. Acriança do sonho deve ser substituída pela criança real.

Mãe do Coração

Esta criança esteve escondida no teu pensamento, noite após noite, por anos a fio, guardada na tua retina sem que nunca a tivesses visto. Esta criança bendita, que foi escolhida por Deus e por ti, para compartilhar de tua vida, nunca sofrerá, ficará triste ou chorará por desamor ou abandono, pois existe alguém especial, um anjo, que o destino colocou em seu caminho para lhe suprir as carências, lhe amar, dar carinho. Ela foi abençoada. Não foi gerada por ti, não foi esperada por nove meses, não veio de dentro de tuas entranhas, mas veio de algo muito maior: um amor enorme que tinhas para compartilhar com ela e com o mundo. Não o adotaste simplesmente; ele é teu filho – filho do imenso carinho que tens para dar, da tua capacidade de doação, da abnegação, do desejo sofrido e ao mesmo tempo esperançoso que tiveste de um dia cuidar e de ouvir alguém te chamando de “mãe”. Será filho de noites em claro, de preocupações, de alegrias, de dias de chuva, de dias de sol. Será filho de tristezas,

Mãe do Coração

Esta criança esteve escondida no teu pensamento, noite após noite, por anos a fio, guardada na tua retina sem que nunca a tivesses visto. Esta criança bendita, que foi escolhida por Deus e por ti, para compartilhar de tua vida, nunca sofrerá, ficará triste ou chorará por desamor ou abandono, pois existe alguém especial, um anjo, que o destino colocou em seu caminho para lhe suprir as carências, lhe amar, dar carinho. Ela foi abençoada. Não foi gerada por ti, não foi esperada por nove meses, não veio de dentro de tuas entranhas, mas veio de algo muito maior: um amor enorme que tinhas para compartilhar com ela e com o mundo. Não o adotaste simplesmente; ele é teu filho – filho do imenso carinho que tens para dar, da tua capacidade de doação, da abnegação, do desejo sofrido e ao mesmo tempo esperançoso que tiveste de um dia cuidar e de ouvir alguém te chamando de “mãe”. Será filho de noites em claro, de preocupações, de alegrias, de dias de chuva, de dias de so

Anos de chumbo - No olho do Furacão

Como num poema de Miguel Hernandez, estávamos no olho do furacão, no meio do mundo e no meio de março de 1969. A mala cheia de armas e munições e dois garotos correndo, pulando, na casa que nos servia de esconderijo na serra. O Marcello com dois anos, o Eduardo no berço com os olhos mais azuis que já se viram foragidos da repressão eu invadira nossa casa (linda) cheia de livros quadros e sonhos. A repressão além de prender e massacrar os suspeitos, costuma roubar tudo de valor, que encontrasse pela frente. A pretexto de apreender material subversivo e prova de crime, levavam tudo. Uma verdadeira loja departamento de terror . O resto virava lixo: fotos, documentos , discos importados,o quadro não terminado no cavalete. Assim nossas lembranças ficaram apenas nas lembranças. O tempo, com a miopia transforma as imagens em pinturas impressionistas. Ali, os contornos perdem a nitidez, as cores aparecem como manchas, as formas são pouco definidas, mas, quando o quadro é observado na

Anos de chumbo - No olho do Furacão

Como num poema de Miguel Hernandez, estávamos no olho do furacão, no meio do mundo e no meio de março de 1969. A mala cheia de armas e munições e dois garotos correndo, pulando, na casa que nos servia de esconderijo na serra. O Marcello com dois anos, o Eduardo no berço com os olhos mais azuis que já se viram foragidos da repressão eu invadira nossa casa (linda) cheia de livros quadros e sonhos. A repressão além de prender e massacrar os suspeitos, costuma roubar tudo de valor, que encontrasse pela frente. A pretexto de apreender material subversivo e prova de crime, levavam tudo. Uma verdadeira loja departamento de terror . O resto virava lixo: fotos, documentos , discos importados,o quadro não terminado no cavalete. Assim nossas lembranças ficaram apenas nas lembranças. O tempo, com a miopia transforma as imagens em pinturas impressionistas. Ali, os contornos perdem a nitidez, as cores aparecem como manchas, as formas são pouco definidas, mas, quando o quadro é observado na

À Ana de Hollanda - Ministra da Cultura do Brasil

A rede de intelectuais em defesa da humanidade – capítulo brasileiro - apóia incondicionalmente a atuação da Ministra Ana de Hollanda – Ministra da Cultura do Brasil. 1964, marcou o fim de um projeto cultural e político libertador que aglutinava a diversidade cultural brasileira. Seguiram-se prisões, torturas, assassinatos, censura sufocando a história. Resistir ao aparato repressivo tornou-se a única saída para que grupos da cultura nacional de todos os segmentos dessem a partida na criação de focos de resistência. Na clandestinidade, foi se forjando o caldo de cultura indispensável para os primeiros passos de retomada dos quadros democráticos no país. Vinte anos depois o Brasil deu início à conquista da liberdade sucateada com o marco fundamental representado pela Campanha das Diretas Já. A classe artística como acontece em toda a história da humanidade alavancou as primeiras mudanças, reconstruindo a cultura amordaçada sob a forma empreitada de natureza complexa e quase que sem de

À Ana de Hollanda - Ministra da Cultura do Brasil

A rede de intelectuais em defesa da humanidade – capítulo brasileiro - apóia incondicionalmente a atuação da Ministra Ana de Hollanda – Ministra da Cultura do Brasil. 1964, marcou o fim de um projeto cultural e político libertador que aglutinava a diversidade cultural brasileira. Seguiram-se prisões, torturas, assassinatos, censura sufocando a história. Resistir ao aparato repressivo tornou-se a única saída para que grupos da cultura nacional de todos os segmentos dessem a partida na criação de focos de resistência. Na clandestinidade, foi se forjando o caldo de cultura indispensável para os primeiros passos de retomada dos quadros democráticos no país. Vinte anos depois o Brasil deu início à conquista da liberdade sucateada com o marco fundamental representado pela Campanha das Diretas Já. A classe artística como acontece em toda a história da humanidade alavancou as primeiras mudanças, reconstruindo a cultura amordaçada sob a forma empreitada de natureza complexa e quase que sem

Demasiado - Silvio Rodriguez

Texto Silvio Rodríguez Domínguez. Fotos Kaloian Demasiado tiempo, demasiada sed para conformarnos con un breve sorbo la única vez. Demasiada sombra, demasiado sol para encadenarnos a una sola forma y una sola voz. Demasiadas bocas, demasiada piel para enamorarnos de un mal gigantesco y un ínfimo bien. Demasiado espacio, demasiado azul para que lo inmenso quepa en un destello solo de la luz. Demasiado polvo, demasiada sal para que la vida no busque consuelo en el más allá. Demasiado nunca, demasiado no para tantas almas, para tantos sueños, para tanto amor

Demasiado - Silvio Rodriguez

Texto Silvio Rodríguez Domínguez. Fotos Kaloian Demasiado tiempo, demasiada sed para conformarnos con un breve sorbo la única vez. Demasiada sombra, demasiado sol para encadenarnos a una sola forma y una sola voz. Demasiadas bocas, demasiada piel para enamorarnos de un mal gigantesco y un ínfimo bien. Demasiado espacio, demasiado azul para que lo inmenso quepa en un destello solo de la luz. Demasiado polvo, demasiada sal para que la vida no busque consuelo en el más allá. Demasiado nunca, demasiado no para tantas almas, para tantos sueños, para tanto amor

O blogger voltou depois de 3 dias de interrupção

É preciso que a Lei do Codigo Florestal seja coerente com a vida no planeta, que seja justa, com lucros bem direcionados: a vida e, o futuro do planeta Terra.

O blogger voltou depois de 3 dias de interrupção

É preciso que a Lei do Codigo Florestal seja coerente com a vida no planeta, que seja justa, com lucros bem direcionados: a vida e, o futuro do planeta Terra.

A banda de música da UDN está de volta. - Silvio Tendler

Imagino a Ministra Ana de Hollanda em uma caminhada solitária. A vejo tendo na memória a figuraça do pai, o historiador Sérgio Buarque de Hollanda, um dos estudiosos que mais conheceu o Brasil. Ana era seu xodó e nesse momento de extrema solidão no poder deve lembrar-se muito dos ensinamentos do pai. Ana é mulher de fibra e coragem e vai seguir em frente em sua luta para cumprir a missão que lhe foi designada por outra mulher de fibra e coragem, a Presidente Dilma Rousseff. Ana não é de desistir no meio da caminhada, logo agora que começa a descobrir as primeiras traições e jogos de interesse pessoais. tão perto de si, do seu gabinete, dentro do Ministério que comanda. Ana já deve ter percebido olhares e sorrisos matreiros que conspiram enquanto afagam. Muita espuma se faz contra Ana de Hollanda que está fazendo um trabalho realmente sério a frente de um dos Ministérios mais complicados de administrar. Já ocupei o cargo de Secretário de Cultura de Brasília durante a administração Cris

A banda de música da UDN está de volta. - Silvio Tendler

Imagino a Ministra Ana de Hollanda em uma caminhada solitária. A vejo tendo na memória a figuraça do pai, o historiador Sérgio Buarque de Hollanda, um dos estudiosos que mais conheceu o Brasil. Ana era seu xodó e nesse momento de extrema solidão no poder deve lembrar-se muito dos ensinamentos do pai. Ana é mulher de fibra e coragem e vai seguir em frente em sua luta para cumprir a missão que lhe foi designada por outra mulher de fibra e coragem, a Presidente Dilma Rousseff. Ana não é de desistir no meio da caminhada, logo agora que começa a descobrir as primeiras traições e jogos de interesse pessoais. tão perto de si, do seu gabinete, dentro do Ministério que comanda. Ana já deve ter percebido olhares e sorrisos matreiros que conspiram enquanto afagam. Muita espuma se faz contra Ana de Hollanda que está fazendo um trabalho realmente sério a frente de um dos Ministérios mais complicados de administrar. Já ocupei o cargo de Secretário de Cultura de Brasília durante a administração Cr

Inez Etienne - única sobrevivente da casa da morte em Petrópolis

Única sobrevivente da Casa da Morte, centro de tortura do regime militar em Petrópolis. Responsável depois pela localização da casa e do médico-torturador Amílcar Lobo. Autora do único registro sobre o paradeiro de Carlos Alberto Soares de Freitas, o Beto, que comandou Dilma Rousseff nos tempos da VAR-Palmares. Última presa política a ser libertada no Brasil. Aos 69 anos, Inês Etienne Romeu tem muita história para contar. Mas ainda não pode. Vítima há oito anos de um misterioso acidente doméstico, que a deixou com graves limitações neurológicas, ela luta para recuperar a fala. Cinco meses depois de uma cirurgia com Paulo Niemeyer, a voz saiu firme: DIREITOS HUMANOS: Ministra acredita na aprovação da Comissão da Verdade no primeiro semestre deste ano - Vou tomar banho e esperar a doutora Virgínia. Era a primeira frase completa depois de tanto tempo. Foi dita na manhã de quarta-feira, em Niterói, no apartamento onde Inês trava a mais recente batalha de sua vida. Doutora Virgínia é a fis

Inez Etienne - única sobrevivente da casa da morte em Petrópolis

Única sobrevivente da Casa da Morte, centro de tortura do regime militar em Petrópolis. Responsável depois pela localização da casa e do médico-torturador Amílcar Lobo. Autora do único registro sobre o paradeiro de Carlos Alberto Soares de Freitas, o Beto, que comandou Dilma Rousseff nos tempos da VAR-Palmares. Última presa política a ser libertada no Brasil. Aos 69 anos, Inês Etienne Romeu tem muita história para contar. Mas ainda não pode. Vítima há oito anos de um misterioso acidente doméstico, que a deixou com graves limitações neurológicas, ela luta para recuperar a fala. Cinco meses depois de uma cirurgia com Paulo Niemeyer, a voz saiu firme: DIREITOS HUMANOS: Ministra acredita na aprovação da Comissão da Verdade no primeiro semestre deste ano - Vou tomar banho e esperar a doutora Virgínia. Era a primeira frase completa depois de tanto tempo. Foi dita na manhã de quarta-feira, em Niterói, no apartamento onde Inês trava a mais recente batalha de sua vida. Doutora Virgínia

A las madres de todos los siglos

Desperté molesta, un cólico fuera de hora, extraño, pequeño cólico fuera de hora. Despacito salgo de la cama, bien despacito. Voy al baño. Unas gotas de sangre mancha mis piernas. Fausto! Fausto! Alguna cosa errada conmigo. Estoy sangrando. En instantes, estaba en el coche en dirección a la maternidad. Marinero, de primera viaje suele ser así. - Nada. Vuelve y venga cuando las contracciones estén a cada media hora, dijo el doctor. Por ahora. Dilatación zero. - Qué locura es esta? Cuando los dolores tuvieren a cada media hora? Oiste esto? Pero, por donde va salir este bebe? Es demasiado grande . Sou Chica. Solamente tengo barriga. Por donde anda Dr. Botelho? Èl me dijo, que seguro seria uma cesariana, por las dimensões del bebe. Nunca seria parto normal. - Está para la hacienda. Vuelve domingo y hoy es sábado. Hoy casa mi hermano. Vamos a su boda. Pues este bebe no va nascer tan temprano. No viste lo que dijo el médico de guardia? - No puedo creer. - Vá a la peluquería. Arréglate lind

A las madres de todos los siglos

Desperté molesta, un cólico fuera de hora, extraño, pequeño cólico fuera de hora. Despacito salgo de la cama, bien despacito. Voy al baño. Unas gotas de sangre mancha mis piernas. Fausto! Fausto! Alguna cosa errada conmigo. Estoy sangrando. En instantes, estaba en el coche en dirección a la maternidad. Marinero, de primera viaje suele ser así. - Nada. Vuelve y venga cuando las contracciones estén a cada media hora, dijo el doctor. Por ahora. Dilatación zero. - Qué locura es esta? Cuando los dolores tuvieren a cada media hora? Oiste esto? Pero, por donde va salir este bebe? Es demasiado grande . Sou Chica. Solamente tengo barriga. Por donde anda Dr. Botelho? Èl me dijo, que seguro seria uma cesariana, por las dimensões del bebe. Nunca seria parto normal. - Está para la hacienda. Vuelve domingo y hoy es sábado. Hoy casa mi hermano. Vamos a su boda. Pues este bebe no va nascer tan temprano. No viste lo que dijo el médico de guardia? - No puedo creer. - Vá a la peluquería. Arréglate l

Aurora Feliu - As maes brasileiras

Bueno, hoy que no estoy cerca de mi madre, para..bueno decirle cuánto la quiero y lo importante que es y además para su cumpleaños, pues quiero regalarle un trocito de una canción, un clásico de Silvio (Rodríguez) y un trocito que dice mucho de lo que siento, no? Hoy. Además quiero dedicarla a todas las madres, especialmente a aquellas que no tienen cerca a sus hijos hoy.. y en particular a Marilia, una enorme...grandísima mujer, a través de la cual llega el mensaje a las madres brasileras. (...) No quisiera un fracaso en el sabio delito que es recordar.. y en el inevitable defecto que es la nostalgia de cosas pequeñas y tontas como, en el tumulto, pisarte los pies y reír, y reír y reír.. madrugadas sin ir a dormir.. es distinto sin tí, MUY distinto sin tí" (...)

Aurora Feliu - As maes brasileiras

Bueno, hoy que no estoy cerca de mi madre, para..bueno decirle cuánto la quiero y lo importante que es y además para su cumpleaños, pues quiero regalarle un trocito de una canción, un clásico de Silvio (Rodríguez) y un trocito que dice mucho de lo que siento, no? Hoy. Además quiero dedicarla a todas las madres, especialmente a aquellas que no tienen cerca a sus hijos hoy.. y en particular a Marilia, una enorme...grandísima mujer, a través de la cual llega el mensaje a las madres brasileras. (...) No quisiera un fracaso en el sabio delito que es recordar.. y en el inevitable defecto que es la nostalgia de cosas pequeñas y tontas como, en el tumulto, pisarte los pies y reír, y reír y reír.. madrugadas sin ir a dormir.. es distinto sin tí, MUY distinto sin tí" (...)

Àquelas mães heroínas sofredoras de um tempo cruel de espera

Despertei enjoada, uma pequena cólica estranha. Levanto devagar, bem devagarzinho porque algo me molestava e semi dormida não entendia bem o quê? Vou ao banho, me deparo com gotas de sangue. Fausto, fausto – alguma coisa errada comigo. Estou sangrando. Em instantes, estava no carro em direção a maternidade. Marinheiro, de primeira viagem, suele ser assim. Nada. Rebate falso alega o doutor. Dilatação zero.Volte quando as contrações aumentarem. A cada meia hora está de bom tamanho. Que loucura é essa? Quando as dores chegarem de meia em meia hora volto? Ouvi bem? Mas por onde vai nascer este bebe? Ë grande demais. Sou pequenina. De passo só tenho está barriga. Por onde anda Dr. Botelho? Seguro faria cesariana. Foi sua ultima observação dias atrás. Não acreditava pelas dimensões do bebe que pudesse acontecer um parto normal. Já liguei. Está no sitio, volta no domingo à noite, e hoje é sábado. Não posso acreditar. Pois assim é. Hoje, casa meu irmão e vamos à boda. Esta criança não via na

Àquelas mães heroínas sofredoras de um tempo cruel de espera

Despertei enjoada, uma pequena cólica estranha. Levanto devagar, bem devagarzinho porque algo me molestava e semi dormida não entendia bem o quê? Vou ao banho, me deparo com gotas de sangue. Fausto, fausto – alguma coisa errada comigo. Estou sangrando. Em instantes, estava no carro em direção a maternidade. Marinheiro, de primeira viagem, suele ser assim. Nada. Rebate falso alega o doutor. Dilatação zero.Volte quando as contrações aumentarem. A cada meia hora está de bom tamanho. Que loucura é essa? Quando as dores chegarem de meia em meia hora volto? Ouvi bem? Mas por onde vai nascer este bebe? Ë grande demais. Sou pequenina. De passo só tenho está barriga. Por onde anda Dr. Botelho? Seguro faria cesariana. Foi sua ultima observação dias atrás. Não acreditava pelas dimensões do bebe que pudesse acontecer um parto normal. Já liguei. Está no sitio, volta no domingo à noite, e hoje é sábado. Não posso acreditar. Pois assim é. Hoje, casa meu irmão e vamos à boda. Esta criança nã

Silvio Rodriguez e Marilia guimarães

  Em noite, de trovadores, recuerdos e um tantão de felicidades.

Silvio Rodriguez e Marilia guimarães

  Em noite, de trovadores, recuerdos e um tantão de felicidades.

Te Amaré - Silvio Rodriguez

Não sei se por Vinicius de Moraes, se pelo sol que assoma pela janela timido prenunciando um dia lindo, se pela saudade.. O certo é que desde as obras primas de Silvio Rodriguez aos sambas deliciosos de Martinho da Vila, ou um poema de Mário Quintana, passando por Waldo Leyva - os sábados são especiais. Muito especiais.

Te Amaré - Silvio Rodriguez

Não sei se por Vinicius de Moraes, se pelo sol que assoma pela janela timido prenunciando um dia lindo, se pela saudade.. O certo é que desde as obras primas de Silvio Rodriguez aos sambas deliciosos de Martinho da Vila, ou um poema de Mário Quintana, passando por Waldo Leyva - os sábados são especiais. Muito especiais.

Quatro tanquistas e um perro + uma infancia feliz

Marcello e Eduardo meus dois amores insuperavéis disfrutaram de uma infancia pra lá de feliz. Entre os estudos, o mar,o convivio com meus poetas trovadores, Luly - a menina olhando pela janela até que um dia acercou-se, Allu, Mari hijos de Lurdes que cantava lindo, lindo todas as canções de Maysa.Entre a comedia silente - classicos de Charles Chaplin, Toqui um desenho animado espetacular, Elpidio Valdez, tudo isso misturado na voz de Jair Rodriguez cantando o "Bloco de sujos"e,.... muchas cosas más. Tudo isso tem nome - saudade. Edu encontrou no google videos os 4 tanquistas eum perro,mandou para mi.Nicholas meu primeiro neto, se apaixonou por Silvio e ouvia sem parar "Mujeres e Cassiopéia" aos dois anos de idade. Vitória tem outras precuopações como levar meu 1o. livro distribuir na escola, explicar aos 6 anos a seus coleguinhas o que era ditadura e que sua vó tinha lutado pelo povo brasileiro. Adorava dizer isso a todo mundo. Agora, Pablo. Desde muy chiquito en l

Quatro tanquistas e um perro + uma infancia feliz

Marcello e Eduardo meus dois amores insuperavéis disfrutaram de uma infancia pra lá de feliz. Entre os estudos, o mar,o convivio com meus poetas trovadores, Luly - a menina olhando pela janela até que um dia acercou-se, Allu, Mari hijos de Lurdes que cantava lindo, lindo todas as canções de Maysa.Entre a comedia silente - classicos de Charles Chaplin, Toqui um desenho animado espetacular, Elpidio Valdez, tudo isso misturado na voz de Jair Rodriguez cantando o "Bloco de sujos"e,.... muchas cosas más. Tudo isso tem nome - saudade. Edu encontrou no google videos os 4 tanquistas eum perro,mandou para mi.Nicholas meu primeiro neto, se apaixonou por Silvio e ouvia sem parar "Mujeres e Cassiopéia" aos dois anos de idade. Vitória tem outras precuopações como levar meu 1o. livro distribuir na escola, explicar aos 6 anos a seus coleguinhas o que era ditadura e que sua vó tinha lutado pelo povo brasileiro. Adorava dizer isso a todo mundo. Agora, Pablo. Desde muy chiquito en

1o. de Maio em Cuba 2011

1o. de Maio em Cuba 2011

José Ibrahim- um herói do movimento operário

José Ibrahim- um herói do movimento operário 1968 marcou o século XX como o das revoltas - estudantis operárias, feministas, dos negros, ambientalistas, homossexuais. Todos os protestos sociais e mobilização política que agitaram o mundo como a dos estudantes na França, a Primavera de Praga, o massacre dos estudantes na México, a guerra no Vietnã se completam com as movimentos operários e estudantil no nosso pais. Vivíamos os anos de chumbo, o Brasil também precisava de sua primavera. Em Contagem, região industrial da grande Belo Horizonte, Minas Gerais, abriu caminho as grandes greves metalúrgicas coroada pela de 1968 em Osasco - região industrial de São Paulo onde brasileiros de fibra e consciência, miscigenam suas origens e raízes abalizadas pela particularidade brasileira, em plena luta contra a ditadura militar. Jose Ibrahim, 21 anos, eleito para a direção Sindical, jovem, líder por excelência, simplesmente parou todas as fábricas de Osasco, na época pólo central dos movimentos de

José Ibrahim- um herói do movimento operário

José Ibrahim- um herói do movimento operário 1968 marcou o século XX como o das revoltas - estudantis operárias, feministas, dos negros, ambientalistas, homossexuais. Todos os protestos sociais e mobilização política que agitaram o mundo como a dos estudantes na França, a Primavera de Praga, o massacre dos estudantes na México, a guerra no Vietnã se completam com as movimentos operários e estudantil no nosso pais. Vivíamos os anos de chumbo, o Brasil também precisava de sua primavera. Em Contagem, região industrial da grande Belo Horizonte, Minas Gerais, abriu caminho as grandes greves metalúrgicas coroada pela de 1968 em Osasco - região industrial de São Paulo onde brasileiros de fibra e consciência, miscigenam suas origens e raízes abalizadas pela particularidade brasileira, em plena luta contra a ditadura militar. Jose Ibrahim, 21 anos, eleito para a direção Sindical, jovem, líder por excelência, simplesmente parou todas as fábricas de Osasco, na época pólo central dos movimentos