25.7.10

25/07/2010 - A Felicidade e abstrata, suave e forte..

Difícil explicar a felicidade. Ela é abstrata, suave, forte, tempestuosa, radical. Pode desabrochar em pequenos gestos, num olhar, num toque de mãos , num ato heróico, numa declaração incondicional de amor eterno, numa mensagem curta via rede volátil e eterna.
Hoje, faço anos e como disse Saramago a Niemeyer “Nós portugueses e brasileiros não cumprimos anos fazemo-los” . Mexemos no tempo, revolvemos lembranças, recebemos emails, mensagens nas redes, chamadas telefônicas, abraços, beijos aos montões, toda sorte de demonstração de carinho.
A primeira mensagem chegou ao nascer do dia dos jornalistas cubanos – hoje 25 de julho véspera del Moncada ... Logo Acela Caner amiga incondicional;

"Queridísima Marilia:
Nuestras felicitaciones en tu cumpleaños. Sé que para ti el mejor regalo ha sido ver a nuestro Comandante en Jefe...
Mucha salud y larga vida para luchas por un mundo sin excluidos y donde la paz, la justicia y el amor constituyan la mejor de las divisas..."

Abrindo as gavetinhas do seu coração – argumentava Juanita a doce centenária, quando se referia as minhas paixões.
Decidi abri-las. Não importa o mês, semana, ou ano. Tenho vivido sempre a flor da pele. Convivi todos estes anos toda sorte de emoções, desde ser cantada em prosa e versos, a momentos de tristeza imensa com perdas irreparáveis.
Eduardo e Marcello, me deram o Nicholas, a Vitoria, o pequeno Pablo jóias raras na continuação da vida. E, como fosse pouco tenho Eduardo, o amigo, aquele que se guarda no lado esquerdo do peito. Tenho Danons, Silvios, Sergios, takeshis, Mywas, Leticias, Fernandos, Rosas, Carlos aos montões, irmãs e imprescindíveis companheiras em todos idiomas e dimensões.

Comparti momentos decisivos na historia da humanidade e fiz parte delas. Fui entrando na historia desde #Fidel Castro ao líder comunitário da Rocinha.

Tive o privilegio de ter como padrinho a Nelson Cavaquinho, e me orgulho de ter lutado contra a Ditadura.
Hoje, já amanhecendo vou a luta, para eleger a mulher guerreira que ocupara a Presidencia da Republica, #Dilma que como eu entre sonhos de liberdade e a dor da torturas não hesitou em lutar pela pátria.
Hoy empezo a conmemorar la Vitoria. Por aquí llegue en este mañana de julio, víspera del Moncada y mi angel con certeza estuvo caminado por entre los jóvenes combatientes se junto a ellos y trajo hasta mi esta fuerza que emana de tanta luchas y vitorias. Soy Fidelista, cubanita, soy brasileña. Soy feliz, soy un hombre un hombre feliz - como canto Silvio Rodriguez.

25/07/2010 - A Felicidade e abstrata, suave e forte..

Difícil explicar a felicidade. Ela é abstrata, suave, forte, tempestuosa, radical. Pode desabrochar em pequenos gestos, num olhar, num toque de mãos , num ato heróico, numa declaração incondicional de amor eterno, numa mensagem curta via rede volátil e eterna.
Hoje, faço anos e como disse Saramago a Niemeyer “Nós portugueses e brasileiros não cumprimos anos fazemo-los” . Mexemos no tempo, revolvemos lembranças, recebemos emails, mensagens nas redes, chamadas telefônicas, abraços, beijos aos montões, toda sorte de demonstração de carinho.
A primeira mensagem chegou ao nascer do dia dos jornalistas cubanos – hoje 25 de julho véspera del Moncada ... Logo Acela Caner amiga incondicional;

"Queridísima Marilia:
Nuestras felicitaciones en tu cumpleaños. Sé que para ti el mejor regalo ha sido ver a nuestro Comandante en Jefe...
Mucha salud y larga vida para luchas por un mundo sin excluidos y donde la paz, la justicia y el amor constituyan la mejor de las divisas..."

Abrindo as gavetinhas do seu coração – argumentava Juanita a doce centenária, quando se referia as minhas paixões.
Decidi abri-las. Não importa o mês, semana, ou ano. Tenho vivido sempre a flor da pele. Convivi todos estes anos toda sorte de emoções, desde ser cantada em prosa e versos, a momentos de tristeza imensa com perdas irreparáveis.
Eduardo e Marcello, me deram o Nicholas, a Vitoria, o pequeno Pablo jóias raras na continuação da vida. E, como fosse pouco tenho Eduardo, o amigo, aquele que se guarda no lado esquerdo do peito. Tenho Danons, Silvios, Sergios, takeshis, Mywas, Leticias, Fernandos, Rosas, Carlos aos montões, irmãs e imprescindíveis companheiras em todos idiomas e dimensões.

Comparti momentos decisivos na historia da humanidade e fiz parte delas. Fui entrando na historia desde #Fidel Castro ao líder comunitário da Rocinha.

Tive o privilegio de ter como padrinho a Nelson Cavaquinho, e me orgulho de ter lutado contra a Ditadura.
Hoje, já amanhecendo vou a luta, para eleger a mulher guerreira que ocupara a Presidencia da Republica, #Dilma que como eu entre sonhos de liberdade e a dor da torturas não hesitou em lutar pela pátria.
Hoy empezo a conmemorar la Vitoria. Por aquí llegue en este mañana de julio, víspera del Moncada y mi angel con certeza estuvo caminado por entre los jóvenes combatientes se junto a ellos y trajo hasta mi esta fuerza que emana de tanta luchas y vitorias. Soy Fidelista, cubanita, soy brasileña. Soy feliz, soy un hombre un hombre feliz - como canto Silvio Rodriguez.