Pular para o conteúdo principal

Postagens

E, SE FOSSE DIFERENTE?

Postagens recentes

QUE VAS HACER ESTA NOCHE?

Havana se você bobear dorme todos os dias na madrugada, acorda
cedo, trabalha todo o dia, vai a universidade fazer o mestrado, lê de
pé nas guagas, chega. Num piscar de olhos encontra a agenda.
Caramba, reunião na casa do Conselheiro Comercial da Embaixada do
México compartir uma noite sui generis. Curtir as fotos e slides da
antártica. Descanso merecido e original.
De relance senti um olhar insistente. Outro e mais outro. Ciceroneava
Roberto recém na ilha desde Paris. Um passeio, àquele jantar, idas à
praia um namoro de férias julina, tudo por uma crise amorosa com o
trovador. Será?
- Preste atenção na tela. Roberto inquieto virava de posição inquieto.
Conhece o rapaz à sua esquerda?
- Nunca vi.
- Deselegante. Não tira os olhos daqui.
- Estará interessado na beleza, na aparência. Com toda está
elegância que lhe é peculiar chama atenção. Quem sabe?
- Aucune arnaque.
-Je ne suis pas
De regresso, um carro emparelhava, arriscando trocar palavras em
pleno trânsito
- Telefone - um gesto mundialmente conhecido…

AMORES IMPERECIVÉIS

SAUDADE NÃO TEM TRADUÇÃO MESMOAtirava -me de supetão, aconchegava  entre seus braços disputando com a irmã mais  nova  todos  os carinhos. Caia aos prantos, quando o via engravatado de saída para o trabalho. Pegava qualquer coisa a minha pela frente, corriadas mãos  na  tentativa de contar com o tempo conivente dos meus anseios ,permitisse descobrir o misterioso escritório. Não sabia onde, nem como. Somente, que a noite muitas vezes batia à porta, antes que seus passos fossem ouvidos cruzando o corredor.Não raro um chiado tomava conta do meu peito perdendo horas e dias de diversão. Se não eram de chuva ou nublados, as compressas quentes eram substituídas por brincadeiras como aquelas cócegas de matar qualquer um de tantos risos. Eram os instantes em que o mundo borrifava ternura caminhando de mãos dadas com a felicidade.  Eu era feliz.  Erámos felizes.  Velozes como raios as estações dançavam em redor do sol derramando um colorido de miosótis, gerânios, flamboyants nas ruas, praças, n…

SEMPRE NOSSO COMANDANTE

Quando o Comandante Fidel Castro completou 80 anos, o homenageamos com um grande concerto na Tribuna Anti-imperialista, com artistas nacionais e estrangeiros. Vira e mexe o celular de sua assessora tocava, ele, inquieto como sempre, queria saber se havia alguma novidade, embora estivesse assistindo a tudo ao vivo pela TV, pois se recuperava de uma cirurgia. Nós comemorávamos sua vida.Na verdade, ele era o único que faltava na Tribuna. Fotos e abraços. Cantávamos alegremente, entre tantos amigos de várias partes do mundo. François Houtart tentava cantar uma canção. Abel Prieto, então Ministro da Cultura, brilhante, com sua graça Pinharenha nos encantava. “Um dia, não muito longe, todos aprenderemos o hino de Pinar del Rio”, dizia-nos, e pensei, não tenho dúvidas.Naquela noite, chegamos à conclusão de que seu legado não enquadra com o conceito de que o futuro é uma velha idéia.Com sua determinação deu aos cubanos a consciência pelo conhecimento, de que é impossível mudar a história em p…

SALVANDO VIDAS - SAUDE E SOLIDARIEDADE

SALVANDO VIDAS - DIA 10/07/2020

SILVIO RODRIGUEZ ACABA DE LANÇAR UMA PRECIOSAIDADE

Noche sin fin y mar