Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 24, 2011

1o. de Mayo - Plaza dela revolución

1o. de Mayo - Plaza dela revolución

Caramez, Eu, Cari, Marcello, Zeze Caramez

Caramez, Eu, Cari, Marcello, Zeze Caramez

E, não são as águas de março fechando o verão

2011
O Rio de Janeiro continua lindo, acariciado pelo mar que bordeja suas costas, coroado majestosamente por suas montanhas, com sua gente simpática, sorridente, quase feliz, conseqüência seguro deste encontro das águas, do vento que toca seu corpo, do verde que ilumina desde afora até o recanto mais oculto do seu ser.
Quarenta e cinco anos depois da tragédia das águas de 1966, um tremendo aguaceiro numa tarde de fim de abril e não março como cantou Tom Jobim, inunda a cidade trazendo o caos.
Nem acabamos de sair da tragédia das cidades serranas, pedras, deslizamentos nas comunidades construídas em áreas de risco, arrebatam nosso sono, levando-nos ao limite do stress.
A velha pergunta paira no ar. A quem cobrar responsabilidades? Ao atual prefeito com certeza não será. Simples, fácil a resposta. Governando há apenas dois anos a cidade de São Sebastião, instalou -
“O Centro de Operações vai nos permitir que tenham pessoas olhando 24 horas pela cidade a partir do dia 31. Mas existe um …

E, não são as águas de março fechando o verão

2011
O Rio de Janeiro continua lindo, acariciado pelo mar que bordeja suas costas, coroado majestosamente por suas montanhas, com sua gente simpática, sorridente, quase feliz, conseqüência seguro deste encontro das águas, do vento que toca seu corpo, do verde que ilumina desde afora até o recanto mais oculto do seu ser.
Quarenta e cinco anos depois da tragédia das águas de 1966, um tremendo aguaceiro numa tarde de fim de abril e não março como cantou Tom Jobim, inunda a cidade trazendo o caos.
Nem acabamos de sair da tragédia das cidades serranas, pedras, deslizamentos nas comunidades construídas em áreas de risco, arrebatam nosso sono, levando-nos ao limite do stress.
A velha pergunta paira no ar. A quem cobrar responsabilidades? Ao atual prefeito com certeza não será. Simples, fácil a resposta. Governando há apenas dois anos a cidade de São Sebastião, instalou -
“O Centro de Operações vai nos permitir que tenham pessoas olhando 24 horas pela cidade a partir do dia 31. Mas existe um …

Todo tirano constrói sua piramide, todo prefeito tem seu temporal

1966 -
Laranjeiras, bairro bucólico onde o bondinho fazia a volta lá no largo do Cosme Velho. Tranqüilo, cantado em verso e prosa pelo escritor maior Machado de Assis era o sonho de todo carioca. O fascínio do bairro nobre onde o cheiro discreto do mar se misturava ao olor do verde ,abençoado pelo Cristo encravado aos seus pés. Laranjeiras incitava ao pensamento, quiçá daí ter tido tantos revolucionários na história recente do Brasil.
A ditadura seguia seu rumo destruindo famílias, infiltrando-se nas faculdades, mapeando nossas vidas. Nós buscávamos saídas. Aliar o estudo era um deles. Estudávamos para o vestibular da UERJ – Íamos fazer Direito. Tudo na ponta da língua. Terminara a faculdade de Letras, mas o sonho maior era conhecer as leis para fazer justiça.
Fausto, fora buscar-me. Entramos na Rua das Laranjeiras pela Pinheiro Machado vindos da Moura Brasil pertinho do Fluminense. De repente, o aguaceiro numa onda gigantesca carregava tudo.O imaginável. Colchões, lixo, pedaços d…

Todo tirano constrói sua piramide, todo prefeito tem seu temporal

1966 -
Laranjeiras, bairro bucólico onde o bondinho fazia a volta lá no largo do Cosme Velho. Tranqüilo, cantado em verso e prosa pelo escritor maior Machado de Assis era o sonho de todo carioca. O fascínio do bairro nobre onde o cheiro discreto do mar se misturava ao olor do verde ,abençoado pelo Cristo encravado aos seus pés. Laranjeiras incitava ao pensamento, quiçá daí ter tido tantos revolucionários na história recente do Brasil.
A ditadura seguia seu rumo destruindo famílias, infiltrando-se nas faculdades, mapeando nossas vidas. Nós buscávamos saídas. Aliar o estudo era um deles. Estudávamos para o vestibular da UERJ – Íamos fazer Direito. Tudo na ponta da língua. Terminara a faculdade de Letras, mas o sonho maior era conhecer as leis para fazer justiça.
Fausto, fora buscar-me. Entramos na Rua das Laranjeiras pela Pinheiro Machado vindos da Moura Brasil pertinho do Fluminense. De repente, o aguaceiro numa onda gigantesca carregava tudo.O imaginável. Colchões, lixo, pedaços d…

A vida é bela

Depois de tantos feriados, de quarta a domingo encarar uma segunda – feira só se o inesperado aprontasse uma surpresa.
Comecei por ir ao dermatologista que eu creia ser o mesmo de muitos anos atrás, pois a minha querida Bruna anda desaparecida desde que foi trabalhar na Clinica do Eike Batista. O dermatologista não valeu. Deixei um recado no celular dela.
Um mal estar começava a incomodar minha garganta , uma leve dor de cabeça e de pronto febre. Caramba, não posso. Tenho que ir a São Paulo gravar meu depoimento para a novela Amor e revolução a convite de Tiago Santiago. Ä noite jantaria com um dos maiores poetas deste Pais Thiago de Mello. No dia seguinte, como sempre faço iria ver meus dois Zés - o amor eternizado José Ibrahim, o outro Zé – companheiro de longas datas por quem nutro uma profunda admiração e carinho – o Dirceu, e se a vida permitir rever alguns velhos amigos.
Tudo errado. A virose – designação utilizada para resfriados, gripes, dengues, infecções intest…

A vida é bela

Depois de tantos feriados, de quarta a domingo encarar uma segunda – feira só se o inesperado aprontasse uma surpresa.
Comecei por ir ao dermatologista que eu creia ser o mesmo de muitos anos atrás, pois a minha querida Bruna anda desaparecida desde que foi trabalhar na Clinica do Eike Batista. O dermatologista não valeu. Deixei um recado no celular dela.
Um mal estar começava a incomodar minha garganta , uma leve dor de cabeça e de pronto febre. Caramba, não posso. Tenho que ir a São Paulo gravar meu depoimento para a novela Amor e revolução a convite de Tiago Santiago. Ä noite jantaria com um dos maiores poetas deste Pais Thiago de Mello. No dia seguinte, como sempre faço iria ver meus dois Zés - o amor eternizado José Ibrahim, o outro Zé – companheiro de longas datas por quem nutro uma profunda admiração e carinho – o Dirceu, e se a vida permitir rever alguns velhos amigos.
Tudo errado. A virose – designação utilizada para resfriados, gripes, dengues, infecções intest…