Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

A todos os filhos impacientes com a vida

Carta de una madre a su hija: Mi querida hija, el día que me veas vieja, te... pido por favor que tengas paciencia, pero sobre todo trata de entenderme... Si cuando hablamos, repito lo mismo mil veces, no me interrumpas para decirme “eso ya me lo contaste”, solamente escúchame por favor... Y recorda los tiempos en que ...eras niña y yo te leía la misma historia, noche tras noche hasta que te quedabas dormida... Cuando no me quiera bañar, no me regañes y por favor no trates de avergonzarme, solamente recuerda las veces que yo tuve que perseguirte con miles de excusas para que te bañaras cuando eras niña... Cuando veas mi ignorancia ante la nueva tecnología, dame el tiempo necesario para aprender, y por favor no hagas esos ojos ni esas caras de desesperada... Recuerda mi querida, que yo te enseñé a hacer muchas cosas como comer apropiadamente, vestirte y peinarte por ti misma y como confrontar y lidiar con la vida... El día que notes que me estoy volviendo vieja, por favor, ten paciencia

A todos os filhos impacientes com a vida

Carta de una madre a su hija: Mi querida hija, el día que me veas vieja, te... pido por favor que tengas paciencia, pero sobre todo trata de entenderme... Si cuando hablamos, repito lo mismo mil veces, no me interrumpas para decirme “eso ya me lo contaste”, solamente escúchame por favor... Y recorda los tiempos en que ...eras niña y yo te leía la misma historia, noche tras noche hasta que te quedabas dormida... Cuando no me quiera bañar, no me regañes y por favor no trates de avergonzarme, solamente recuerda las veces que yo tuve que perseguirte con miles de excusas para que te bañaras cuando eras niña... Cuando veas mi ignorancia ante la nueva tecnología, dame el tiempo necesario para aprender, y por favor no hagas esos ojos ni esas caras de desesperada... Recuerda mi querida, que yo te enseñé a hacer muchas cosas como comer apropiadamente, vestirte y peinarte por ti misma y como confrontar y lidiar con la vida... El día que notes que me estoy volviendo vieja, por favor, ten paciencia

Mulheres indígenas sofrem ameaça de estupro na Bahia

É no estado da Bahia que os grileiros estão ameaçando a integridade física e psicológica das mulheres indígenas, como estratégia de intimidação num conflito fundiário que dura praticamente 30 anos. Quem denuncia essa ameaça é a indígena Pataxó Hãhãhãe Olinda Muniz Wanderley, sobrinha do cacique Nailton Muniz Pataxó, da comunidade Pataxó Hã-Hã-Hãe, que aguarda o julgamento da Ação de Nulidade de Títulos da Terra Indígena Caramuru-Paraguaçu. Olinda Muniz Wanderley Olinda Muniz Wanderley nasceu na Terra Indígena Caramuru-Paraguaçu, tem 22 anos, e conta que desde criança participa das ações de ocupação do território e acompanha os problemas de seu povo. Neste ano começou a estudar jornalismo em Salvador (BA), e por isso tem dupla residência: vive na capital da Bahia para estudar e sempre que pode viaja de volta para sua comunidade. “Como já ocorreram no passado não muito distante muitos casos de estupros de mulheres indígenas nas ações de esbulho de terras, estamos levando bastante a sério

Mulheres indígenas sofrem ameaça de estupro na Bahia

É no estado da Bahia que os grileiros estão ameaçando a integridade física e psicológica das mulheres indígenas, como estratégia de intimidação num conflito fundiário que dura praticamente 30 anos. Quem denuncia essa ameaça é a indígena Pataxó Hãhãhãe Olinda Muniz Wanderley, sobrinha do cacique Nailton Muniz Pataxó, da comunidade Pataxó Hã-Hã-Hãe, que aguarda o julgamento da Ação de Nulidade de Títulos da Terra Indígena Caramuru-Paraguaçu. Olinda Muniz Wanderley Olinda Muniz Wanderley nasceu na Terra Indígena Caramuru-Paraguaçu, tem 22 anos, e conta que desde criança participa das ações de ocupação do território e acompanha os problemas de seu povo. Neste ano começou a estudar jornalismo em Salvador (BA), e por isso tem dupla residência: vive na capital da Bahia para estudar e sempre que pode viaja de volta para sua comunidade. “Como já ocorreram no passado não muito distante muitos casos de estupros de mulheres indígenas nas ações de esbulho de terras, estamos levando bastante a séri

Los caminos que conducen al desastre - Fidel Castro

Esta Reflexión podrá escribirse hoy, mañana o cualquier otro día sin riesgo de equivocarse. Nuestra especie se enfrenta a problemas nuevos. Cuando expresé hace 20 años en la Conferencia de Naciones Unidas sobre Medio Ambiente y Desarrollo, en Río de Janeiro, que una especie estaba en peligro de extinción, tenía menos razones que hoy para advertir sobre un peligro que veía tal vez a la distancia de 100 años. Entonces unos pocos líderes de los países más poderosos manejaban el mundo. Aplaudieron por mera cortesía mis palabras y continuaron plácidamente cavando la sepultura de nuestra especie. Parecía que en nuestro planeta reinaba el sentido común y el orden. Hacía rato que el desarrollo económico apoyado por la tecnología y la ciencia semejaba ser el Alfa y Omega de la sociedad humana. Ahora todo está mucho más claro. Verdades profundas se han ido abriendo paso. Casi 200 Estados, supuestamente independientes, constituyen la organización política a la que en teoría corresponde regir los

Los caminos que conducen al desastre - Fidel Castro

Esta Reflexión podrá escribirse hoy, mañana o cualquier otro día sin riesgo de equivocarse. Nuestra especie se enfrenta a problemas nuevos. Cuando expresé hace 20 años en la Conferencia de Naciones Unidas sobre Medio Ambiente y Desarrollo, en Río de Janeiro, que una especie estaba en peligro de extinción, tenía menos razones que hoy para advertir sobre un peligro que veía tal vez a la distancia de 100 años. Entonces unos pocos líderes de los países más poderosos manejaban el mundo. Aplaudieron por mera cortesía mis palabras y continuaron plácidamente cavando la sepultura de nuestra especie. Parecía que en nuestro planeta reinaba el sentido común y el orden. Hacía rato que el desarrollo económico apoyado por la tecnología y la ciencia semejaba ser el Alfa y Omega de la sociedad humana. Ahora todo está mucho más claro. Verdades profundas se han ido abriendo paso. Casi 200 Estados, supuestamente independientes, constituyen la organización política a la que en teoría corresponde regir los

Muito além do cidadão Kane

http://www.youtube.com/watch?v=TJ0M6N4Wh8s Neste documentário, produzido pela BBC de Londres, em 1993, aborda-se a questão da Mídia Televisiva no Brasil, mais especificamente o poder midiático da Rede Globo, fazendo um paralelo do Cidadão Kane com Roberto Marinho. Além, da trajetória histórica da concessão dos canais de televisão no Brasil, ainda conta com o depoimento de várias figuras importantes como Chico Buarque, Leonel Brizola, Dias Gomes, Washington de Olivetto, Walter Clark, dentre outros. Entretanto, tal documentário foi proibido de exibição no Brasil, por conta de uma ação judicial movida na época pelo então, Roberto Marinho, proprietário das Organizações Globo. Suscitando questionamentos quanto à chancela do Judiciário em exercer censura em pleno governo do Presidente Itamar Franco, pós-ditadura militar. Atualmente, graças às ferramentas das mídias alternativas, como se propõe este Jornal de Mídia Alternativa e Independente, podemos ter acesso ao documentário aqui expost

Muito além do cidadão Kane

http://www.youtube.com/watch?v=TJ0M6N4Wh8s Neste documentário, produzido pela BBC de Londres, em 1993, aborda-se a questão da Mídia Televisiva no Brasil, mais especificamente o poder midiático da Rede Globo, fazendo um paralelo do Cidadão Kane com Roberto Marinho. Além, da trajetória histórica da concessão dos canais de televisão no Brasil, ainda conta com o depoimento de várias figuras importantes como Chico Buarque, Leonel Brizola, Dias Gomes, Washington de Olivetto, Walter Clark, dentre outros. Entretanto, tal documentário foi proibido de exibição no Brasil, por conta de uma ação judicial movida na época pelo então, Roberto Marinho, proprietário das Organizações Globo. Suscitando questionamentos quanto à chancela do Judiciário em exercer censura em pleno governo do Presidente Itamar Franco, pós-ditadura militar. Atualmente, graças às ferramentas das mídias alternativas, como se propõe este Jornal de Mídia Alternativa e Independente, podemos ter acesso ao documentário aqui ex

NUESTRO DEBER ES LUCHAR

Nuestro deber es luchar, el libro que recoge la serie de diálogos sostenidos el pasado 10 de febrero por el Comandante en Jefe Fidel Castro con intelectuales de 22 países, en los cuales abordó los problemas más graves que aquejan hoy al planeta, será presentado mañana miércoles 14 de febrero, de manera simultánea en La Habana, Caracas, Quito, Buenos Aires, Luanda, Santo Domingo, La Paz, Ciudad México, Brigdetown, San Juan, Kingston, Washington, Madrid y Berlín a las 14:00 hora local de Cuba, 19:00hrs GMT. La Habana, Caracas, Buenos Aires y Washington han confirmado que harán transmisiones en vivo por Internet, a través del portal Justin.tv. (www.justin.tv/) En Santo Domingo tendrá lugar a las 5:00 pm, hora local, en la Academia de Ciencias de Santo Domingo, en El Conde esquina a Las Damas, Zona Colonial. Intervendrán el Presidente de la Academia, Milciades Mejía; el Embajador de Cuba, Alexis Bandrich Vega; por la Comisión Ambiental, Luis Carvajal, y la escritora Chiqui Vicioso. E

NUESTRO DEBER ES LUCHAR

Nuestro deber es luchar, el libro que recoge la serie de diálogos sostenidos el pasado 10 de febrero por el Comandante en Jefe Fidel Castro con intelectuales de 22 países, en los cuales abordó los problemas más graves que aquejan hoy al planeta, será presentado mañana miércoles 14 de febrero, de manera simultánea en La Habana, Caracas, Quito, Buenos Aires, Luanda, Santo Domingo, La Paz, Ciudad México, Brigdetown, San Juan, Kingston, Washington, Madrid y Berlín a las 14:00 hora local de Cuba, 19:00hrs GMT. La Habana, Caracas, Buenos Aires y Washington han confirmado que harán transmisiones en vivo por Internet, a través del portal Justin.tv. (www.justin.tv/) En Santo Domingo tendrá lugar a las 5:00 pm, hora local, en la Academia de Ciencias de Santo Domingo, en El Conde esquina a Las Damas, Zona Colonial. Intervendrán el Presidente de la Academia, Milciades Mejía; el Embajador de Cuba, Alexis Bandrich Vega; por la Comisión Ambiental, Luis Carvajal, y la escritora Chiqui Vicioso.

Entrevista de Jorge Barret à Aluisio Palmar

http://www.blogger.com/img/blank.gif No dia 16 de novembro de 2008 fui procurado por Jorge Barrett, irmão de Soledad e sobrevivente da chacina ocorrida em Pernambuco onde morreram seis militantes da Vanguarda Popular Revolucionária – VPR. Na ocasião gravei uma longa entrevista com o Jorge. Segurei durante esses três anos e quatro meses esse material arquivado em fitas K7 por achar que a entrevista tem algumas falhas técnicas e revelações polêmicas. Porém, às vésperas da instalação da Comissão da Verdade julgo ser importante divulgar a entrevista com o irmão de Soledad Barrett. 1Entrevista com Jorge Barret 01 “Meu pai fez parte do grupo que fundou o Partido Comunista Paraguaio” “Nazistas uruguaios marcaram com a cruz suástica as coxas de Soledad. Isso marcou a vida dela” “Soledad me pediu pra alugar um apartamento em São Paulo, para onde ela se mudou e ficou esperando ordens de Onofre Pinto”

Entrevista de Jorge Barret à Aluisio Palmar

http://www.blogger.com/img/blank.gif No dia 16 de novembro de 2008 fui procurado por Jorge Barrett, irmão de Soledad e sobrevivente da chacina ocorrida em Pernambuco onde morreram seis militantes da Vanguarda Popular Revolucionária – VPR. Na ocasião gravei uma longa entrevista com o Jorge. Segurei durante esses três anos e quatro meses esse material arquivado em fitas K7 por achar que a entrevista tem algumas falhas técnicas e revelações polêmicas. Porém, às vésperas da instalação da Comissão da Verdade julgo ser importante divulgar a entrevista com o irmão de Soledad Barrett. 1Entrevista com Jorge Barret 01 “Meu pai fez parte do grupo que fundou o Partido Comunista Paraguaio” “Nazistas uruguaios marcaram com a cruz suástica as coxas de Soledad. Isso marcou a vida dela” “Soledad me pediu pra alugar um apartamento em São Paulo, para onde ela se mudou e ficou esperando ordens de Onofre Pi

Felicidades companheiras

Trancadas na tecelagem incendiada, cento e trinta tecelãs morreram carbonizadas, numa violência desumana sem precedentes. Lutavam por melhores condições de trabalho e salario. Era 08 de março de 1857. Em homenagem as que discutem no senado, nas portas das fábricas, ficou estabelecido: hoje é o dia especial para dar aquele abraço que não foi possível quando ralar com as crianças era indispensável e ficava difícil fazê-lo, aquele beijo desejado postergado porque o telefone tocou insistente. Era Paulinho reclamando do pedido não enviado no dia anterior, do olhar no amanhecer quando já havia escapulido para o banheiro preparando-se para mais um dia de corre corre. Trocando fraldas, preparando o discurso para encerrar a assembleia, amarrando o cadarço do sapato branco que percorre corredores imensos num vai e vem ao atendimento ao homem que sentiu no final da noite uma dorzinha estranha no lado esquerdo do peito, mas que ele tem certeza que é problema na coluna. Sempre olvidam que po

Felicidades companheiras

Trancadas na tecelagem incendiada, cento e trinta tecelãs morreram carbonizadas, numa violência desumana sem precedentes. Lutavam por melhores condições de trabalho e salario. Era 08 de março de 1857. Em homenagem as que discutem no senado, nas portas das fábricas, ficou estabelecido: hoje é o dia especial para dar aquele abraço que não foi possível quando ralar com as crianças era indispensável e ficava difícil fazê-lo, aquele beijo desejado postergado porque o telefone tocou insistente. Era Paulinho reclamando do pedido não enviado no dia anterior, do olhar no amanhecer quando já havia escapulido para o banheiro preparando-se para mais um dia de corre corre. Trocando fraldas, preparando o discurso para encerrar a assembleia, amarrando o cadarço do sapato branco que percorre corredores imensos num vai e vem ao atendimento ao homem que sentiu no final da noite uma dorzinha estranha no lado esquerdo do peito, mas que ele tem certeza que é problema na coluna. Sempre olvidam que po

MANIFESTO DOS CINEASTAS BRASILEIROS EM APOIO À COMISSÃO DA VERDADE

05 de março de 2012 Nós, cineastas brasileiros, expressamos a nossa preocupação com as frequentes manifestações de militares confrontando as instituições democráticas e o próprio estado de direito. Todos os cidadãos brasileiros têm o direito de conhecer o que foram os 21 anos de ditadura militar instaurada com o golpe de 1964. É preciso que a Comissão da Verdade, instituída para esclarecer fatos obscuros daquele período, em que foram cometidas graves violências institucionais, perseguições, torturas e assassinatos, tenha plenas condições e apoio da sociedade brasileira para realizar essa tarefa histórica. Repudiamos os ataques desses setores minoritários das Forças Armadas brasileiras, que de forma alguma irão obstruir as investigações que devem ser iniciadas o quanto antes. Estaremos atentos para que tal comissão seja composta por pessoas comprometidas com a democracia e com a verdade. 1. João Batista de Andrade 2. Roberto Gervitz 3.

MANIFESTO DOS CINEASTAS BRASILEIROS EM APOIO À COMISSÃO DA VERDADE

05 de março de 2012 Nós, cineastas brasileiros, expressamos a nossa preocupação com as frequentes manifestações de militares confrontando as instituições democráticas e o próprio estado de direito. Todos os cidadãos brasileiros têm o direito de conhecer o que foram os 21 anos de ditadura militar instaurada com o golpe de 1964. É preciso que a Comissão da Verdade, instituída para esclarecer fatos obscuros daquele período, em que foram cometidas graves violências institucionais, perseguições, torturas e assassinatos, tenha plenas condições e apoio da sociedade brasileira para realizar essa tarefa histórica. Repudiamos os ataques desses setores minoritários das Forças Armadas brasileiras, que de forma alguma irão obstruir as investigações que devem ser iniciadas o quanto antes. Estaremos atentos para que tal comissão seja composta por pessoas comprometidas com a democracia e com a verdade. 1. João Batista de Andrade 2. Roberto Gervitz 3.

Exposição Aves do Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Exposição Aves do Jardim Botânico do Rio de Janeiro Mostra inédita reúne fotos e sons de aves raras e exuberantes que podem ser observadas no Jardim Botânico a céu aberto Um dos pontos turísticos mais freqüentados da cidade recebe a partir do dia 14 de fevereiro a exposição Aves do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. A mostra reúne imagens de aves, em sua maioria nativas da Mata Atlântica e outras migratórias, que se alimentam e reproduzem no Jardim Botânico, propiciando um verdadeiro espetáculo não só para ornitólogos, fotógrafos de natureza e observadores de aves, mas para o público em geral. As fotografias, de Lena Trindade, fazem parte de uma seleção das 152 espécies apresentadas no Guia das Aves do Jardim Botânico, uma das primeiras publicações do gênero no Brasil, que está sendo lançada dia 14 de fevereiro após quatro anos de pesquisa. Além das 14 fotos, a exposição apresenta uma projeção de todas as imagens do guia acompanhada do som de cerca de 50 aves, gravadas pelo especial

Exposição Aves do Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Exposição Aves do Jardim Botânico do Rio de Janeiro Mostra inédita reúne fotos e sons de aves raras e exuberantes que podem ser observadas no Jardim Botânico a céu aberto Um dos pontos turísticos mais freqüentados da cidade recebe a partir do dia 14 de fevereiro a exposição Aves do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. A mostra reúne imagens de aves, em sua maioria nativas da Mata Atlântica e outras migratórias, que se alimentam e reproduzem no Jardim Botânico, propiciando um verdadeiro espetáculo não só para ornitólogos, fotógrafos de natureza e observadores de aves, mas para o público em geral. As fotografias, de Lena Trindade, fazem parte de uma seleção das 152 espécies apresentadas no Guia das Aves do Jardim Botânico, uma das primeiras publicações do gênero no Brasil, que está sendo lançada dia 14 de fevereiro após quatro anos de pesquisa. Além das 14 fotos, a exposição apresenta uma projeção de todas as imagens do guia acompanhada do som de cerca de 50 aves, gravadas pelo especi