Skip to main content

Posts

Showing posts from November 20, 2011

O PT por um novo marco regulatório nas comunicações - por José Dirceu

Participei na 6a. feira do Seminário “Por um novo Marco Regulatório para as Comunicações: O PT convida ao debate”, realizado em São Paulo, quando também concedi uma entrevista à imprensa. Deixei claro, mais uma vez, que sempre defendemos a regulação da mídia, que não deve e nem pode, em momento algum, ser confundida com qualquer restrição à liberdade de imprensa. Conhecemos de sobra os setores que tudo fazem para evitar o tema e tentam confundir a população levando a crer que regulação da mídia é o mesmo que censura.Tenho feito a diferenciação dos dois conceitos neste blog à exaustão. Regular a mídia é uma iniciativa que garante e valoriza os princípios constitucionais da liberdade de opinião e livre exercício da atividade de imprensa. É evitar a sua concentração em oligopólios que impedem a multiplicidade de versões que caracteriza o debate democrático.








Reto a la portavoz de la Damas de Blanco en Europa.

Según un despacho de la agencia EFE, originado en Bruselas, la portavoz de las Damas de Blanco en Europa, Blanca Reyes, utilizó el foro del Parlamento Europeo (PE) para lanzar la absurda mentira de que en Cuba, actualmente, hay alrededor de 80 presos políticos los que, según ella, son sometidos a duras condiciones carcelarias. Para Reyes, en una apología a las Damas de Blanco, ellas han sido “del cambio en Cuba y ello sin hemiplejias ideológicas”.
Por el más mínimo sentido ético de apego a la verdad, yo reto a la señora Reyes que publique la lista de esas 80 personas actualmente detenidas en Cuba por motivos realmente políticos. No me refiero, por supuesto, a los varios delincuentes comunes a los que el andamiaje mediático trata de disfrazar como presos de conciencia.
En Cuba actualmente no hay un solo preso por motivos políticos y si se detiene a algunos provocadores, esas detenciones apenas duran unas horas y luego son trasladados a sus hogares con la debida protección, sin haber sufr…