Pular para o conteúdo principal

Dois coelhos com uma cajadada só?

Qual seria o verdadeiro proposito da super exposição da Yoani Sanchez?

. Impossivel  que a mídia internacional esteja   somente focada  no destino de Cuba, uma vez que a comunidade mundial tem reconhecido as conquistas na ilha de Fidel. Várias materias são publicadas elogiando os avanços cientifícos, sociais, culturais, educacionais e este momento politico.

.Milhões estão sendo gastos pelos maiores  grupos  de comunicação em todo o mundo. Sabemos que "Air Time" custa muito dinheiro. Que nada é publicado sem uma justificativa. Toda  publicação é estudada e programada, com o objetivo de induzir  o usuário a concluir o já concluido.

.Estarão os meios de comunicação controlados pelos EUA e seus aliados, criando a personagem  ¨Yoani Sanchez¨ para anular o problema Julian Assange, na nossa paissagem mental,  como a verdadeira libertadora e democrata da internet, criando uma nova Primavera Àrabe aqui no Ocidente profundo?

. A citada  blogueira debate assuntos e temas já abordados sem nenhuma novidade ou relevância,   cheirando a  mofo com cara de guerra fria.  Ganha milhares de euros, segundo Fabio de Oliveira Ribeiro.

. Julian Assange nos apresenta a verdade sobre as  ações espúrias dos EUA e seus comparsas e sofre sanções de todos os tipos inclusive a impossibilidade de receber doações pra manter o Wikileaks.

.   O jogo da mídia que está criando  uma falsa profeta da internet?
.   E, nós  esquecendo  a importância do Assange?

Cuba vai muito bem, obrigada. A transição sempre foi se dando há várias décadas, apesar do bloqueio, dos ataques - como Playa Girón,  da presença violenta  de Guatanamo, da prisão dos Cinco cubanos nos Estados Unidos da América, do atentado à Cubana de Aviação onde perdi vários amigos.
Vai crescendo, sempre. A revolução cubana foi-se consolidando. Fidel Castro, o grande lider , e seus Comandantes continuam na luta. Eu também, e o sonho não acabou.



 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SOU FELIZ, SOU MUITO FELIZ - OBRIGADA EDUARDO GUIMARÃES

Edu, sempre amou Fernando Pessoa.  Seu livro de cabeceira preferido. Nunca dorme sem um pequeno verso. Amo você garoto!.


O guardador de rebanhos Eu nunca guardei rebanhos,
Mas é como se os guardasse.
Minha alma é como um pastor,
Conhece o vento e o sol
E anda pela mão das Estações
A seguir e a olhar.
Toda a paz da Natureza sem gente
Vem sentar-se a meu lado.
Mas eu fico triste como um pôr de sol
Para a nossa imaginação,
Quando esfria no fundo da planície
E se sente a noite entrada
Como uma borboleta pela janela.
Mas a minha tristeza é sossego
Porque é natural e justa
E é o que deve estar na alma
Quando já pensa que existe
E as mãos colhem flores sem ela dar por isso.
Como um ruído de chocalhos
Para além da curva da estrada,
Os meus pensamentos são contentes.
Só tenho pena de saber que eles são contentes,
Porque, se o não soubesse,
Em vez de serem contentes e tristes,
Seriam alegres e contentes.
Pensar incomoda como andar à chuva
Quando o vento cresce e parece que chove mais.
Não tenh…

Do capim gordura a brachiaria II

Cheguei uma hora antes. Coisas de engenharia de transito. Sai na hora viável atrasa, se antes corre o risco de adiantar tanto como uma hora de antecedência, por exemplo. Assim foi. Evaldo sai da sala e depara comigo adiantadissssssssima. Um abraço feliz, perguntas sobre a família, esposa. O corriqueiro agradável.
- Aqui de volta. Faz um ano de toda aquela loucura. Hora de novos exames - brinquei
- Certo – argumentou tranqüilo. O calor está insuportável. Não chove, a plantação padece. O capim fica todo calcinado, o gado sofre.
- No interior também a seca está castigando dessa maneira?
- E, como? Sorte minha ter um caseiro boa gente, preocupado cuidadoso, que aprendeu a importância da terra, da preservação da água, do cuidado com o solo. Da necessidade de alternar o capim para fertilizar a terra. Errei algumas vezes, mas apostei na solidariedade.Mulher e sete filhos.
Tomei como meta três situações: preservar um pedaço da mata atlântica, dar educação aos sete filhos do casal, todos hoje…

A UM ESTRANHO - WALT WHITMAN

A um Estranho Estranho que passa! você não sabe com quanta saudade eu lhe olho,
Você deve ser aquele a quem procuro, ou aquela a quem procuro, (isso me vem, como em um sonho,)
Vivi com certeza uma vida alegre com você em algum lugar,
Tudo é relembrado neste relance, fluído, afeiçoado, casto, maduro,
Você cresceu comigo, foi um menino comigo, ou uma menina comigo,
Eu comi com você e dormi com você – seu corpo se tornou não apenas seu, nem deixou o meu corpo somente meu,
Você me deu o prazer de seus olhos, rosto, carne, enquanto passamos – você tomou de minha barba, peito, mãos, em retorno,
Eu não devo falar com você – devo pensar em você quando sentar-me sozinho, ou acordar sozinho à noite,
Eu devo esperar – não duvido que lhe reencontrarei,
Eu devo garantir que não irei lhe perder.